22/11/10

Dia 24 - Dia de Greve



Diziam estes bacanos já lá vão mais de 30 anos, que o video, iria dar cabo dos cantores da rádio. Não o fez em absoluto porque a arte musical ainda prevalece, é uma arte!
Mas acertavam em cheio se dissessem que os media iam dar cabo da luta dos povos, iam ser trampolim para capitalistas, candidatos a capitalistas e corruptos, iam limitar a força do povo, o video ia matar o que é trocando-o pelo que parece.
Dia 24 vamos fazer uma greve geral, os sindicatos vão falar numa aderência de 98,7% e o governo em 32%, as televisões, conforme os seus interesses, vão mostrar fábricas fechadas (das que ainda estão abertas), vão mostrar pessoas a queixar-se que lhes falta transporte, vão mostrar políticos a opinar, governantes a acusar. Vai ser uma semaninha razoável para as imprensas escrita e falada para, como diz o poeta: "tudo se acabar na sexta-feira". Vamos voltar a comentar, como na manif. dos profs. que foi uma coisa gigante, do outro mundo, que nunca houve nada assim, enfim uma autentica goleada. Não ganhámos nada e, ainda pior, não ganhámos, ninguém - mas demos uma tareia.
Depois vêm as eleições e lá vamos nós, para as presidenciais votaremos no que acharmos mais jeitozinho, embora sabendo que é de lá, que é do grupo, que já só pensa em safar-se o melhor possível e ganhar o mais possível. Depois ainda é mais grave, depois serão legislativas, e lá vamos nós: põe-se a cruz no PS antes que ainda seja pior, ou no PSD porque com o PS foi o que foi, ou é altura de pôr a cruzita nos outros mais pequenotes porque esses é que nos defendem. Que parvinhos que nós somos, escolhemos os gajos que nos roubaram, roubam e deram cabo do futuro dos nossos filhos, sabemos quem eles são e continuamos a dar-lhes legitimidade, a escolhê-los, a avalizarmos mais umas desgraças para nós. Porquê?
Não era interessante e demonstrativo do poder do povo, que é quem paga isto tudo, deixarmos o Cavaco e Silva ser eleito com 3% dos votos expressos nas urnas (a família vai sempre votar nele) e ele deixar de poder de dizer que é presidente de todos os portugueses? E nas legislativas? Ok, ganha o PSD com 1,8% dos votos - fixe, os outros todos não foram votar porque não confiam neles, nem nos outros, nem em nenhum destes. Sabem o que aconteceria depois? Eu digo-vos: -Os campeões éramos nós, finalmente, e fizemos um golpe de estado. Como? A explicação vai chegar dentro de dias.

06/11/10

Cheiros...







Cheira-me que o clã Eduardo dos Santos está a ficar muito aborrecido com os chineses, por causa daquela ideia amarela de quererem comprar metade de Portugal.