19/03/09

Se não estava fora de jogo, ficou.

Lusa
15:59 Segunda-feira, 16 de Mar de 2009


Um adepto iraquiano matou domingo a tiro um futebolista da equipa adversária, numa altura em que este estava isolado frente ao guarda-redes e tinha a possibilidade de marcar um golo que empataria o desafio.

Muthanna Khalid, responsável da polícia iraquiana, revelou que quando um jogador da equipa amadora de Buhairat estava isolado frente ao guarda-redes, durante um jogo de amadores em Hillah, um adepto da equipa de Sinjar atingiu-o com um tiro na cabeça, quando faltava um minuto para o jogo terminar.

A fonte policial indicou que o espectador foi detido.

Com o aumento da segurança, há mais iraquianos a voltarem-se para os eventos desportivos, que são alvo de fortes medidas de segurança nos principais jogos em Bagdad, mas esta é mais fraca em jogos amadores e em cidades mais pequenas.

2 comentários:

Hélder disse...

Fonix...ainda dizem que praticar desporto não é uma actividade de risco...
Eu dos perigos precavenho-me!

Proteja a sua Internet disse...

http://protejainternet.blogspot.com