04/07/08

Mais uma do PC?

A Assembleia Geral do Benfica terminou há minutos, por ordem do presidente da Mesa, devida a «falta de condições» para que continuasse.

Depois de o orçamento de contenção para as modalidades ter sido aprovado, os sócios puderam colocar questões ao seu critério e Luís Filipe Vieira foi alvo de insultos. Pouco depois, era fechada a sessão, devido ao ambiente quente que se verificava no Pavilhão do Estádio da Luz.

Sem prestar qualquer declaração, Vieira preparava-se para abandonar as instalações quando foi confrontado e empurrado por alguns elementos das claques mais exaltados. Houve algumas tentativas de agressão, de acordo com o que o Maisfutebol apurou junto de fonte próxima da direcção, obrigando à intervenção dos elementos da segurança presentes no local. Luís Filipe Vieira chegou a ser pontapeado no meio da confusão, embora não tenha sofrido consequências de maior com tais actos.

O presidente dos encarnados foi escoltado por três polícias e pelos restantes membros da direcção até ao exterior. Vieira apressou-se a sair das instalações seguido por uma multidão cada vez mais numerosa, refugiando-se no parque de estacionamento, onde os adeptos já não conseguiram entrar. Rui Costa ainda ficou à conversa com os adeptos, tentanto acalmar os mais exaltados. Já no exterior, o responsável pelo futebol e administrador da SAD esteve vinte minutos depois do final da AG a responder às muitas questões colocadas pelos sócios, que ainda se mostravam bastante irritados.

Durante a reunião magna, segundo a mesma fonte, vários sócios tinham pedido a demissão do presidente, questionando algumas das suas declarações ao longo dos últimos meses bem como a segurança no Estádio da Luz.

(Site Maisfutebol)

1 comentário:

Aristides disse...

Se todo o bem que acontece no país é culpa do Governo (vejam-se os níveis de sucesso educativo até agora nunca alcançados, a não ser com este Governo), claro que todo o mal (incluindo as agressões ao presidente do Benfica) só podem ser culpa desses arruaceiros do PC.