01/07/04

Às vezes tem de ser...

At 13:50, Anonymous said...
Sendo assim, e já que nao explicas nada, és capaz de explicar porque foste tocar para o PSD e nos lixaste as eleições em Odivelas? Claro que nao és. É o vil metal não é meu palerma?
PS-Não gostei nada de ver o meu nome neste blog de arrebentas.


Este é um comentário do Sr. Amândio Loureiro, que finalmente se dignou a escrever aqui, depois de enviar 8 e-mails com falso endereço. Aí o Sr. dizia que escrevia em 4 Blogs mas curiosamente não nos abençoa com a possibilidade de ler qualquer deles. Gosta de se esconder, este senhor, eu não quero brincar às escondidas com ele. E aqui vai a explicação do que é explicável.

1. Como deveria ser perceptível para toda a gente eu nunca poderia explicar a ida do Sr. José Manuel Barroso para presidente da C.E. nem do Sr. Santana para 1º ministro do nosso país. A razão é simples: nenhum deles tinha dito, ainda, que ia fazer isso e um deles ainda nem o fez até hoje. Posso especular, chalaçar, mandar palpites e pouco mais.
2. O Sr. Amândio não tem qualquer noção do papel de um músico na sociedade, eles não tocam para este ou aquele partido fazem-no para o público esteja ele onde estiver. No caso do PSD, que gosta de se manter no palco durante os concertos, isso implicaria tocar de rabo virado para o público ou no mínimo de lado para ele. Nunca se viu, pois não Sr. Amândio?
3. Hilariante é como este Sr. menospreza o seu partido. Alguém acha possível que uma pessoa por si só possa fazer um partido, qualquer que ele seja, perder as eleições numa freguesia que na altura era uma das maiores da Europa? Se este Sr. disser que eu contribuí para que ele, e outros, perdessem o “tacho” eu até aceito mas a culpa foi deles como passo a fundamentar:

a) O meu empresário recebeu num papel timbrado do PSD um pedido de orçamento para um espectáculo em Odivelas. A primeira reacção que tivemos foi uma enorme gargalhada e seguidamente concluímos que era uma brincadeira. Eu disse que íamos brincar também e mandávamos um cachet com o triplo do preço normal, assim se fosse brincadeira não fazia mal, se fosse mesmo o PSD desistia pelo preço.

(Áparte para o pessoal: O nosso último CD começava com a mesma cantiga que abríamos o espectáculo. Era um tema quase só vozes que dizia: Bendito seja o Cavaco/ que nos deixa fazer cantigas. /Benditas sejam as pulgas/ os piolhos e as urtigas.)

b) A proposta foi aceite e 10/11 dias antes do concerto fui ao gabinete de campanha e levei os últimos 2 CDs dos Ex Votos, disse para os ouvirem ou pelo menos lerem as letras, expliquei as razões, disse-lhes que lhes seria devolvido o dinheiro se desistissem, disse-lhes que estavam a pagar o triplo do cachet, disse tudo o que me veio à cabeça. Aplaudiram a minha honestidade e até disseram que não estavam habituados a isso, o que provocou uma gargalhada geral (nunca percebi porquê). O Tony (a única pessoa que eu conhecia dos concertos, mas nunca me passou pela cabeça ser de algum partido) disse que já tinha visto vários concertos (e tinha) e que não achava que isso causasse qualquer problema. Os outros Srs. ficaram descansados (o grupo estava na moda) e manteve-se o concerto.

c) O que os Srs. não gostaram foi de ouvir todo o povo a cantar a cantiga que referi atrás, e quando perceberam que as pessoas sabiam a maioria das cantigas passaram-se, mas mal passados, porque os Srs. sabiam o que eu vos tinha dito, sabiam que a banda nasceu em Odivelas e deviam prever que era assim mesmo (já que não quiseram ir ver o concerto 3 dias antes). O espectáculo foi rigorosamente igual a todos os outros.
Quando acabou, os Srs. estavam todos aos berros uns com os outros mas não deixaram de me cumprimentar.

Presumo que o Sr. Amândio precisa desta discrição para a usar. A este seu palerma, não custou nada contribuir para o ajudar (ou não), o Boomerang ama fazer o bem. Sempre ao seu dispor, não mais aqui mas nos comentários que é o sítio cert

3 comentários:

krikkry disse...

What a letter, it is a long letter for this subject.
for the rest verry good

greetz kristof

Anónimo disse...

Glup :&

Olá Olá!

Quem assim fala não é gago não senhor!

Anónimo disse...

Amiable post and this mail helped me alot in my college assignement. Gratefulness you as your information.