05/07/04

Venha o futebol outra vez P.F.

Hoje na TVI dizia o Prof. Marcelo que o Dr. Santana Lopes sempre defendeu que ser presidente do partido e 1º ministro era contraproducente, não se consegue estar a 100% em ambas as coisas. O Prof. concorda.
Um pouco mais tarde, na RTP1, o Dr. Santana Lopes diz que realmente chegou a pensar assim mas que foi, exactamente, o Prof. Marcelo a convencê-lo que estava errado.

Que coincidência!

5 comentários:

Anónimo disse...

Bem isto levou tanto tempo a abrir a pagina dos comentários que quase me esqueci do que ia escrever.....eheheh
Ah!! Já sei, os nossos queridos politicos.... mais uma vez demonstram um comportamento perfeitamente coerente com as funções que ocupam... mudaram ambos de opinião. Afinal "mudam-se os tempos, mudam-se as vontades" ou será " mudam-se as pessoas, mudam-se as opiniões!"? Bem vai dar tudo ao mesmo. Tess

José Leonel Perfeito disse...

Ou mudam-se os cenários mudam-se as verdades, ou a ocasião faz o ladrão, ou os outros são maus quando fazem uma coisa e eu se fizer a mesma coisa sou um santo.

Nelson Santos disse...

Só uma pequena correcção. Santana Lopes defendia de que era possível haver um presidente do partido e um 1º ministro diferente, o que não é bem a mesma coisa...

Anónimo disse...

Cá para mim acho que o Prof. Marcelo quer é ser Primeiro Ministro e mai nada ! beijo Rô .

José Leonel Perfeito disse...

Caro Nelson,
Acredito no que tu dizes, mas não fui eu que disse isto, foi o Prof.. Marcelo e o PSL comentou sem desmentir.