28/04/08

O 25 de Abril na RTP1 (25 de Abril)

Nota introdutória: Esta insistência na RTP1 tem como única razão o facto de ser a nossa televisão, aquela que nós pagamos e a que tem obrigação de contribuir com objectividade, verdade e conhecimento para as gerações mais novas e para as do futuro. É que não vale de nada chamar ignorantes aos jovens se não lhes é dada informação na linguagem que eles entendem

No dia 25 a RTP apresentou um programa de variedades, com as cantigas de há 34 anos, cantadas pelos artistas de há 34 anos e acompanhados por uma meia-orquestra que já não se usa. Ver Carlos Mendes, Fernando Tordo, Brigada Victor Jara, Lua Extravagante, Carlos Alberto Moniz, Manuel Freire, José Jorge Letria, Xico Fanhais, Samuel e tantos outros cantores importantes da música nacional e que fizeram da cantiga uma arma há muitos anos atrás, pode ser importante para nós, mas os jovens não têm paciência. Isto enfurece-me ainda mais quando sei que a própria indústria tem presente o que foram lançamentos como "Os filhos da madrugada", por exemplo, em que 20 grupos cantam músicas do Zeca e que foi um sucesso estrondoso.
As músicas poderiam até ser aquelas, mas já imaginaram o que seria se a RTP usando os arquivos que mostraram, tivessem convidado: Blasted Mechanism, Tara Perdida, Clã, Tiago Bettencourt, Mind da Gap, Slimmy, Rita Redshoes, Mão Morta, Da Weasel, Mesa e Dona Maria por exemplo, para cantarem as mesmas cantigas? Saia-lhes muito mais barato e assim, sim, estariam a mostrar o 25 de Abril à juventude.

Nota Final: Estava a escrever isto e a ouvir o nosso Presidente da República a dizer na televisão que estava escandalizado com a ignorância dos jovens sobre o 25 de Abril. Sem comentários!

3 comentários:

ARISTIDES DUARTE disse...

Caro Zé Leonel:

Tens razão numa parte. Mas, por outro lado, diz-me do que a juventude gosta.
Se o Quim Barreiros está todos os anos nas Festas dos estudantes (juventude) algo se passa!!!

Pan de Cea disse...

Se me é permitido posso dar uma achega para a resposta: do que a juventude não gosta de certeza é de "grandes educadores" ...
Um abraço

ARISTIDES DUARTE disse...

O que são "grandes educadores"?

E "pequenos educadores", já gora?