12/02/08

Juízes, Magistrados sem prós, só contras.

Ficou ontem claro, no Prós e Contras, que quando alguém questiona o actual Bastonário da Ordem dos Advogados sobre as suas afirmações sobre corrupção, não está a perguntar está a debitar cinismo, está a tentar sacudir a água do capote sem o conseguir.
Uma quantidade enorme de magistrados dos mais proeminentes do país falou sobre as acusações de Marinho Pinto e de muito mais, será que os vão chamar todos à Assembleia da República para dar explicações? Ou vai tudo prestar contas ao PGR?
A Procuradora Geral Adjunta, Maria José Morgado, dizia que anda há 30 anos a lutar contra a corrupção e que confia que os mais novos tragam um novo fôlego à sua luta, o que quer dizer que a maioria dos actuais estão todos feitos ou fazem a barba uns aos outros, como dizia o Prof. Hespanha.
Quem também esteve presente foi o Ricardo Bexiga, este advogado ex-vereador da C.M. de Gondomar levou uma tareia das grandes e queixou-se. Um ano depois recebeu uma carta para se apresentar no Instituto de Medicina Legal para fazer prova dos ferimentos, um ano depois? Só se o homem não tivesse plaquetas.
Um outro senhor, o Paulo Morais, ex-vereador da C.M. do Porto escreveu livro, apresentou documentos e disse nomes, tudo à Procuradoria Geral da República. O que aconteceu sobre o assunto? Nada!
Curioso também foi ver a cara de gozo dos presentes sempre que se falava no Prof. Marcelo Rebelo de Sousa. Afinal não estou sozinho.

Conclusão: -Já nem os agentes da justiça acreditam nela.

2 comentários:

Al Kantara disse...

Este é o exemplo de um "género musical" muito cultivado cá no burgo : "Assobiar p'ró lado" é especialidade de políticos, magistrados e outros fiéis servidores da causa pública...

Carlos Firmino disse...

Razão tem o Marinho Pinto, isto é tudo farinha do mesmo saco.

Cada um tem se safar por ti e o resto é musica.