21/03/08

JPP-Maria vai com as outras?

Passados 5 anos sobre a "emBushada" do Iraque é curioso tomar conhecimento das reacções, hoje, de alguns dos defensores da invasão. Aznar diz que voltaria a fazer o mesmo, Bush, pois claro, acha que foi a salvação do mundo e Blair e Durão Barroso tentam convencer-nos que se estivéssemos no lugar deles também tínhamos alinhado. É claro que eu acho que eles não pensam nada disso, sofrem é da paranóia que os políticos não se podem enganar. Curiosamente ninguém se engana tanto, como sabemos.

Sobre este assunto uma das manifestações mais comprometidas foi a de José Pacheco Pereira. Ora o senhor em vez de tentar explicar que convicções suas estiveram na base da aceitação da coisa, limita-se a procurar nomes de quem não se manifestou ruidosamente contra. Deixa-nos na dúvida, Pacheco Pereira concordou com aquilo ou curtiu, desta vez, o papel de "Maria vai com as outras"?

3 comentários:

Pan de Cea disse...

Caro José Leonel!
Fico surpreendido pela forma como ainda te surpreendes ...
Sugiro-te ouvir o "Algo Personal" do Serrat.
Já agora outra sugestão de Páscoa:
"Paixão Segundo São Mateus" de Bach, de preferência a olhar aquelas vistas de Alfama, para um rio que já existia antes das Docas ...
Abraço,

José Leonel Perfeito disse...

Oh pah caramba, passo a vida a falar aqui com pessoas que não imagino quem sejam e sempre achei isso divertido. Mas tu já me estás a irritar, lol. Achava que tu eras o Bolas, o grande Leonel Santos, meu homónimo portanto, de repente falas-me no João Manuel e no Bach, quando eu esperaria uma qualquer referencia jazzística, enganei-me? Ainda por cima a "paixão...." cuja liturgia me é tão penalizante e assaz causa de depressões.
Aquele abraço.

Pan de Cea disse...

Recordo o Palma:
"Vivo em Lisboa
Tu sabes bem quem eu sou
Eu sou aquele com quem tu te cruzas
Numa esquina qualquer
E, às vezes, também tomo comprimidos
Para conseguir adormecer"
Abraço,