17/03/08

Dia Nº. 4

E pronto estou a começar o 4º. dia sem fumar. Confesso que nunca imaginei que as 3 décadas e meia de fumo me tivessem moldado tanto ao vício. Agora não entendo porque acabar uma refeição e como até não poder mais, não sei o que fazer enquanto faço a barba, não sei qual é a lógica de beber café, não tenho pressa nenhuma em terminar as compras, não sei o que fazer quando me sento. Outra coisa engraçada é que descobri que os cinzeiros também faziam parte da minha vida e tinham um papel considerável: apanho um lixinho e onde o ponho? corto uma unha e onde coloco a unha cortada? como um rebuçado e onde ponho o papel?
Já percebi que cometi alguns erros, sendo o maior ter-me armado em esperto e ter dito à Drª. que não queria químicos para ajudar a dormir, por exemplo. Nestas 3 noites ainda não fiz um soninho decente.
De resto tenho o nariz entupido e por isso poucas novidades sobre a respiração. O resto do Marlboro Lights 100's continua ali e olho para ele muitas vezes, mas resisto sem desmedida dificuldade.

3 comentários:

Ex-fumador disse...

Aguenta e não chora!!!
É natural que tenhas de alterar alguns hábitos na tua vida perante o sério risco de inutilidade dos cinzeiros de que falas, por exemplo, comer gomas em vez de rebuçados, e, principalmente, cortar as unhas perto de um caixote do lixo ...
Químicos para dormir também acho um desperdício de dinheiro. As mocas são para curtir acordado...
Força. Vale a pena o esforço.

Cumprimentos,
Da cova funda

L.Alcobia disse...

Xiiii mano, já passei por isso. Tens de ter muita força, aguenta-te, estou contigo.

A indecisa disse...

É isso tudo também se passou/passa comigo... ainda tenho a mecanica toda alterada, tudo misturado. O cinzeiro...sim...onde pôr a migalha agora????
O sono tb todo alterado...ao fim de 5 dias pedi um ansiolitico...chegava a sexta de rastos.... Mas hoje em dia nem sempre tomo.
Continua a luta...

beijos